Animal print é o nome que se dá hoje às estampas que imitam ou se inspiram em peles de animais, como zebras e oncinhas.

Nunca saem de moda, já que possibilitam variadas leituras e interpretações, alternando cores, proporções e grafismos. Presentes tanto nas coleções de inverno como de verão, agradam públicos diversos.

Animal print
1- style.com/fashionshows/ (Bluemarine Fall 2010); 2 – shopheist.com (Roseanna Wild Leopard Long Sleeve Pullover); 3 – polyvore.com; 4 – karolinayork.tumblr.com.

Este tipo de estampa, também conhecido como padrão camuflado, é amplamente explorado no design de superfícies, oferecendo um apelo diferenciado em produtos, desde eletrodomésticos a acessórios de moda.

Animal print
1 – homedepot.com (Hamilton-Beach); 2 – hipswap.com/furniture; 3 – awellstyledlife.tumblr.com (GLAMOUR).
Animal print
1 – net-a-porter.com (Cavalli), 2 – vogue.com/fashion-week/resort-2013 (Giambattista Valli).
Animal print
fashionising.com/runway (1 – Carlos Miele ; 2 – Felder Felder).

Além das formas orgânicas que caracterizam os camuflados, outra corrente explora os padrões ópticos, cuja estrutura geométrica associada aos contrastes cromáticos permite criar com facilidade efeitos de ilusão de ótica. Por isso, estes padrões foram a base para os estudos da Op Art (Optical Art).

Op Art
OP ART: 1 e 3 – obras de Briget Riley; 2 e 4 – Victor Vasarely.
1 – style.com/fashionshows (Talbot Runhof); 2 – blogdaliving.blogspot.com.br (pufe Douce).

Entretanto, ser original na elaboração de padrões camuflados e ópticos é um diferencial que poucos designers de superfície apresentam.

Para atender profissionais e interessados no desenvolvimento criativo deste tipo de estampa, o Universo da Cor convidou Celso Lima, pesquisador de técnicas de padronagem e professor de criação de estampas nos cursos regulares do SESC-SP, para ministrar um workshop específico sobre o assunto.

Workshop de camuflados e ópticos acontece em um dia de imersão, no Universo da Cor, em São Paulo.

O curso inicia-se com a conceituação deste tipo de padrão, por meio de referências visuais e exemplos, que mostram a abrangência das fontes de inspiração e dos processos criativos.

Inspiração
Fontes de inspiração para estampas de camuflados e ópticos. 1 – fired-earth.tumblr.com/post/35617876281/robynsnature-a-further-note-on-bringing-birds; 2 – graphicdesignjunction.com/2010/07/25 (Spiral by Eric Wustenhagen); 3 – flickr.com/photos/jenniferbrook/ (Tara Donovan by Jennifer Brook).

Em seguida, o aluno é levado à atividade prática, surpreendendo-se com os resultados que podem ser obtidos através do desenho a lápis sobre papel e das possibilidades de criar uma estampa corrida, de padrão mimético contínuo em rapport circular, necessitando apenas de esquadros, compassos e referências de texturas.

A proposta é ampliar a visão do participante sobre o que pode ser considerado um padrão camuflado ou óptico, instrumentando-o para explorar com mais originalidade esse tipo de padronagem, seja para fins profissionais ou artísticos. Sem recorrer ao computador, e através de uma metodologia não convencional. Não perca! Mais informações sobre o curso:

Camuflados e ópticos: workshop de criação de estampasCamuflados e ópticos:
workshop de criação de estampas

com Celso Lima
Em Breve!
no Universo da Cor, em São Paulo, SP.

Compartilhe isso:Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestTweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone
(Visited 120 times, 1 visits today)

Posts relacionados

Animal print e padrões ópticos na estamparia